segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Ninguém falou que seria fácil

Pedro, Ana, Marina, Patrick e outros... me encantei com todos eles. O Pedro, com seu jeito tranquilo e obediente, a Ana suave e ao mesmo tempo controladora, o Patrick malemolente, a Marina inocente, mas questionadora.

Tem um momento em que dois amantes gritam juntos: "amanhã começa o primeiro fim de semana mais feliz da minha vida, de muitos". E a Marina me ganhou dizendo para o Patrick: "eu quero que você sinta o toque das minhas mãos, e a partir dele dê vazão a todos os seus sonhos".


Inventando a si mesmos, descobrindo o mundo, provando a vida e sendo surpreendidos por ela, esse é o ritmo das cenas. Os personagens tomam champagne durante quase todo o espetáculo, dançam, se beijam e rola até ménage à trois! Ácido, afetuoso e alegórico. 


Um comentário: